Escolha a sua próxima formação
já escolheu a sua próxima formação?

Entrevista João Moita - 1ª parte

15-11-2017

 

 

 

"A dor lombar inespecífica sem estar associada a um quadro patológico, é uma das maiores causas de incapacidade temporária para o trabalho em Portugal e no mundo."

 

 


João Moita
é Doutorando em Educação Física e Desporto - ramo Atividade Física e Saúde pela Faculdade de Educação Física e Desporto da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias e Mestre em Exercício e Bem-Estar pela mesma Instituição. É Osteopata da Escola de Dança do Conservatório Nacional há 13 anos e coordena atualmente a Licenciatura em Osteopatia na Escola Superior de Saúde Atlântica da Universidade Atlântica.

As respostas dadas às questões colocadas pela Formação da Clínica das Conchas são reveladoras do seu enorme investimento e compromisso relativamente aos temas que se relacionam com a coluna vertebral. Deixamos-lhe a 1ª parte da Entrevista.



Formação Clínica das Conchas - Este ano lecionará um conjunto de Formações e um Curso pelo Centro de Formação da Clínica das Conchas, o curso “Coluna Vertebral: Avaliação e Intervenção para Saúde e Alta Performance”. Depois do sucesso da II Edição do Curso o que podemos esperar da 3ª Edição que se realizará em Janeiro de 2018?

JM - Naturalmente que teremos a expetativa de superar a qualidade da 2ª Edição. Nesta 3ª Edição iremos continuar a dar um grande destaque às questões práticas relacionadas com a avaliação da postura e a realização de testes funcionais para a coluna vertebral.
Continuo a considerar que estes itens são primordiais uma vez que é muito difícil conseguir intervenções de sucesso sem boas avaliações. Existirá ainda nesta 3ª Edição a adição de um elemento novo na componente prática do curso que passará pela discussão de casos clínicos reais.



Formação Clínica das Conchas - Considerando que a dor lombar é tão comum na atualidade, que medidas preventivas sugere para diminuirmos o número de ocorrências?

JM - A dor lombar inespecífica sem estar associada a um quadro patológico, é uma das maiores causas de incapacidade temporária para o trabalho em Portugal e no mundo. Tem particular incidência em países com elevados níveis de sedentarismo e mostra ter particular associação com o tempo de permanência sentado. Estudos recentes demonstram que a população no geral, incluindo grande parte da população pediátrica, passa mais tempo sentada do que a dormir. Além de extremamente preocupante do ponto de vista fisiológico, em termos posturais existem alterações biomecânicas e neuromusculares com efeitos devastadores no médio/longo prazo para a saúde da coluna vertebral e para a saúde músculo-esquelética no geral. Uma das principais medidas preventivas, para além do aumento dos níveis de atividade física, passa claramente por uma reeducação motora dos nossos hábitos de movimento e de postura. Atravessamos tempos de “analfabetismo” motor, onde começamos desde cedo a perder as nossas habilidades motoras fundamentais como correr, saltar, agachar. O principal fator causal é: falta de prática! O corpo humano está desenhado para o movimento e precisa desse movimento. Quando deixamos de o fazer, perdemos progressivamente capacidades e o sistema acaba por ceder.



Formação Clínica das Conchas - Para além de óptimo formador divide o seu tempo enquanto Osteopata com prática privada e investigador. Que projectos de investigação tem em curso para este ano?

JM - Mantenho-me focado na conclusão de alguns projetos relacionados com o meu Doutoramento: a relação entre os tipos e expressões da força muscular com as lesões em bailarinos/as pré-profissionais. Um trabalho longitudinal centrado nas lesões por overuse do membro inferior continua também em curso.

 

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

CURSO COLUNA VERTEBRAL: AVALIAÇÃO E INTERVENÇÃO PARA A SAÚDE E ALTA PERFORMANCE | Formadores João Moita e Pedro Medeiros | 06 de Janeiro | 25 horas | 5 UC | Lisboa | Vagas limitadas | Mais info AQUI

VOLTAR
Partilhar